Postagens populares

{Resenha} O Teorema Katherine

30 de abril de 2017
Follow my blog with Bloglovin





O Teorema Katherine
John Green



Falaremos do querido livro do John Green, O Teorema Katherine, um livro verdadeiramente bom, seguindo aquele padrão maravilhoso que o Green tem. Segue a sinopse;



Sinopse: Se o assunto é relacionamento, o tipo de garota de Colin Singleton tem nome: Katherine. E em se tratando de Colin e Katherines, o desfecho é sempre o mesmo: ele leva o fora. Já aconteceu muito. Dezenove vezes, para ser exato. 
Depois do mais recente e traumático término, ele resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e um melhor amigo bem fora de forma no banco do carona, o ex-garoto prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar pés na bunda, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam. 
Uma descoberta que vai mudar para sempre a história amorosa do mundo, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.

Quem nunca teve uma decepção amorosa na vida não é? Ou quem nunca amou aquele nome de sua namorada por que de alguma forma era único? Bom esse talvez seja o caso de Colin Singleton, mas digamos ele foi meio hard e um tanto apaixonado demais por garotas com o nome Katherine. 

"... 19 Katherines, por enquanto... Quando se trata de garotas, (e, no caso de Colin, quase sempre se tratava), todo mundo te seu tipo. O de Colin Singleton não é físico., mas linguístico: ele de gosta de Katherines. E não de Katies, nem Kats, Kitties, nem Cathys, nem Rynns, nem Trinas, nem Kays, nem Kates, nem — Deus o livre — Catherines.  K-A-T-H-E-R-I-N-E. Já até dezenove namoradas. Todas chamadas Katherine. E todas elas — cada uma, individualmente falando — terminaram com ele."

Para um garoto pródigo, apaixonar por tipos linguísticos de garotas é um pouco preocupante. Mas chegar ao ponto de 19 e nenhuma ficar definitivamente com ele, é meio complexo de saber lidar. Colin Singleton sempre de fato soube lidar e recomeçar com tudo isso, até ele se tornar um terminado por 19 vezes. Então ele "acorda", com a ideia de criar um TEOREMA, onde ajudará a solucionar problemas para os terminados. Evitar que eles se decepcionem, ou bom quase isso. 

" Pode ser útil pensar nisso graficamente. Colin via a dicotomia Terminante/Terminado como uma " curva de sino". a maioria das pessoas agrupada no meio; ou seja, são ligeiramente Terminados ou ligeiramente Terminantes. Mas ai há as Katherines e seus: 












Tentando esfriar a cabeça e o coração, diante daquela vasta decepção que se acumulou, Colin sai com seu amigo Hassan viajando pra de alguma forma lidar com tudo aquilo e chegar a conclusão de uma solução para esse problema de ser sempre um terminado. 

Então chegam a um lugar melancólico e pacato. O que torna a leitura mais calma e cheia de detalhes, onde  universo de Colin e Hassan se expande. Se aventuram no meio daquela vidinha monótona daquela cidade. Ainda tentando encontrar a solução para evitar términos, mas como o livro é nada mais nada menos que do malvado Green, acaba nos surpreendendo diante de perguntas, respostas e sentimentos incríveis que se passar por lá. A aventura é praticamente cômica, cheia de referencias e ceticismo.  

O final do livro em si é gostoso de se vê e ler. Um tanto inesperado ou esperado, isso depende de como irá interagir ou gosta de cada personagem ali dentro. O que pode ser animador para um lado ou desanimador para outros. 

O Teorema Katherine é enigmático, seguindo bem suas referencias, seus títulos e as notas e problemas matemáticos ali contidos. Você se prende de uma forma leve e gostosa dentro daquilo tudo e sente-se como um grande personagem na história, como se fosse um observador em tempo real dela. Uma obra incrível do querido Green. 

Minha opinião em relação a ele, que já foi expressada no decorrer da resenha, é que o livro é verdadeiramente bom, gostoso de se ler. O Green tem um jeito dele de escrever e as vezes você não sabe o que ele está tramando, o que nos prende verdadeiramente. 






Prós e Contras

Prós: Livro maravilhoso, a minha versão é econômica, então não a muito que falar tanto sobre ele. O livro é muito bom, sem ser cansativo ou cheio de rodeios e enrolação, ele segue firme aos objetivos, uma história boa de ser. E aquela parte do inicio onde o John deixou o nome de sua esposa em anagrama foi lindo.

Negativos: No meu caso, por ser econômico me deixou triste. Não tem muito que se falar contra ele. É um livro bom, de leitura boa, sem uma repetição ou assuntos comuns, talvez pra quem não gosta tanto do Green pode pegar no pé, mas do contrário um belo livro.


Dados do livro:



Autor: John Green
Ano:2014
Gênero: Ficção Americana
Páginas: 220 (econômica, 304 versão normal)
ISBN:9788580574562
Editora Intrínseca

Compre aqui: na  Amazon ou
 Saraiva





Um grande abraço do Paulo! 



Até a próxima leitura, espero todos vocês!

28 comentários

  1. Adorei a resenha, li esse livro na mesma época em que li os outros de John Green. Tenho um caso de amor e ódio com esse autor (autor meu muito um livro e odiei muito outros hahahah)
    Amei muito seu blog :)
    Beijos!
    http://kah-locatelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Karina, fico feliz que amou, resumiu bem o que sinto pelo Green, amor e ódio. Seja bem vinda! <3 Beijos até a próxima!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Esse livro foi o meu primeiro contato com o autor e eu gostei muito. Tenho um carinho especial por esse livro.
    Bela resenha

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lary, ele foi o segundo que li, incrivel não é? Obrigado pelo carinho e por ter gostado da resenha. Espero vê você mais vezes. Um grande abraço, até!

      Excluir
  4. Olá!
    Eu não sou muito chegada nos livros do Green! Esse foi o único livro dele que me chamou atenção e apesar de eu ter gostado muito da leitura, seus outros livros não me atraem.
    Parabéns pelo blog. Seguindo!

    Abraços
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, ele vale a pena, tente ler, talvez esse seja o diferencial. Obrigado por seguir e pelo carinho, um grande abraço e até breve!

      Excluir
  5. Olá!
    Adoro John Green, mas ainda não tive a oportunidade de ler O Theorema Katherine.
    Tenho muita curiosidade de conhecer a obra. Já li muitos elogios, assim como muitas críticas. Acho que esse é o tipo de livro que ou a gente ama, ou odeia. A premissa é interessante e acho que tem tudo para me agradar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, ela é maravilhosa, espero que possa ler. exatamente aquela linha tênue entre amor e ódio. Obrigado pelo carinho, um grande abraço e até breve!

      Excluir
  6. Olá, tudo bem?
    Li poucos livros do tio verde, mas confesso que esse não chamou muito a minha atenção. Minha cunhada leu e amou, mas não sei se é o tipo de livro que irá me agradar.
    A sua resenha ficou muito boa, e anotei uns pontos positivos que me deixaram curiosa, e quem sabe...
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, ele é um ótimo livro, pode até nos deixar com uma hesitação, mas ao ler ela se torna inexistente! Espero que ainda de uma chance a ele. Obrigado pelo carinho, um grande abraço e até breve!

      Excluir
  7. Eu amo esse livro <3 Sendo q todos amam mais os famosos do tio verde: A culpa é das estrelas e Cidades de papel. Mas eu amo O teorema Katherine e comecei a ler o Quem é você Alasca?. Eu gosto de dar chances aos livros que "geralmente as pessoas não dão muita bola"

    www.apequenaka.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, entendo essa doce peculiaridade, sou como você o diferente nos agrada! Obrigado pela visita um grande abraço e até breve!

      Excluir
  8. Sou suspeita sobre esse livro, porque simplesmente adorei ele. Achei enigmático com uma história que prende nossa atenção. Bem estilo John mesmo. Parabéns pelo post ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, mas eu também, achei isso, a forma que o John conta é bem incrivel! Obrigado pelo carinho um grande abraço e até breve!

      Excluir
  9. Oi.
    Esse foi um dos livros do Green que não me conquistou nem pela capa nem pela história. Acabei que nem liguei pra ele.
    Mas agora talvez eu resolva dar uma chance.
    Que bom que curtiu a leitura, espero que mais para frente consiga comprar a edição normal.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tente da uma chance, ele pode ti conquistar, livros sempre nos conquistam não é? Grande abraço!

      Excluir
  10. Esse autor nunca me chamou a atenção. Li "A Culpa é das Estrelas", mas não gostei tanto. Também li "Cidades de Papel" e detestei haha Não tem nada a ver comigo. Acho que esse seria um dos livros que eu enrolaria e não leria por conta da matemática e tal :p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo, faz parte, a escrita ela agrada uns e outros não, mas quem sabe ele impressiona nesse ou nos próximos! Um grande abraço e até breve!

      Excluir
  11. Oie,
    tenho certo problema com os livros do John Green, não gosto da escrita dele. Tentei ler O Teorema Katherine umas 3 vezes e dai larguei de mão :(
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, faz parte as vezes algumas obras não nos encantam, faz parte da escrita! Um grande abraço!

      Excluir
  12. Gostei muito da sua resenha principal a parte dos prós e contras! Nunca li o livro mas me despertou a curiosidade. Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, obrigado, a gente tente ser imparcial em tudo! Um grande abraço e volte sempre!

      Excluir
  13. Eu já confesso que não gostei de O Teorema Katherine. Li há uns bons anos, ainda em inglês, mas não foi um livro que me marcou de forma positiva. Mas fico feliz de ver que você gostou.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, entendo, as vezes falta algo que prende. Um grande abraço e obrigado pela visita!

      Excluir
  14. Eu amo a escrita e a forma como o John aborda assuntos cotidianos de forma intensa, mas este livro foi o único que não me prendeu como deveria. Sabe quando você termina a leitura e simplesmente esquece toda a história? Eu não lembro de nada, porque não me acrescentou nada rs. Mas ele é gostoso de ler, como você mesmo disse. É simples e nem elaborado, só acho que poderia ter sido mais bem trabalhado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sim uma escrita que aborda bem fatos de formas diferentes! Simples e bem elaborado, talvez a elaboração demais tenha sido o pecado! Um grande abraço!

      Excluir
  15. Eu adoro esse livro, apesar de não ser a maior fã do Green. É um dos melhores dele, na minha opinião. Lembro que li super rápido!

    Beijos!
    www.jadeamorim.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, é um livro viciante não é? Agradeço a visita e carinho até breve jade!

      Excluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.