Postagens populares

{Resenha} Guerra Civil

25 de julho de 2017
Sejam bem vindos (as) mais uma resenha. Como foi prometido, eu iria trazer a resenha de Guerra Civil. Demorei um pouquinho, mas cheguei!


Guerra Civil - Versão Slim/Standart


Guerra civil é baseado nos quadrinhos de sucesso de Mark Miller. Stuart Moore deu vida aos heróis em uma nova releitura, em uma romance épico e heroico, mostrando algo diferente do que foi visto nos quadrinhos. 

Sinopse: Os heróis da Marvel invadiram as páginas dos livros em incríveis romances para quem sempre amou esse universo (e também para quem nunca abriu uma HQ na vida). A épica história que provoca a separação do Universo Marvel! Homem de Ferro e Capitão América: dois membros essenciais para os Vingadores, a maior equipe de super-heróis do mundo. Quando uma trágica batalha deixa um buraco na cidade de Stamford, matando centenas de pessoas, o governo americano exige que todos os super-heróis revelem sua identidade e registrem seus poderes. Para Tony Stark – o Homem de Ferro – é um passo lamentável, porém necessário, o que o leva a apoiar a lei. Para o Capitão América, é uma intolerável agressão à liberdade cívica. Assim começa a Guerra Civil.

Aba

A aba dele já revela o inicio da historia. A forma que o autor encontrou em descreve é como se olhasse as imagens dos quadrinhos em sua mente. A narrativa em terceira pessoa em si já dificil, mas acredito que trazer de um HQ se torna maior e ele conseguiu até que fazer isso bem. Há algumas coisas que me deixaram confusos ou de certa forma intrigado. (talvez por ser chato). Por exemplo: 

" Subiu alto o suficiente para visualizar a costa de Portugal e da Espanha. A água parecia calma o suficiente para navegarem em segurança, então acenou, despendido-se do barco e partiu em direção a costa." 
Parte de dentro onde  descreve a  narrativa inicial e o começo de tudo!

Não notei a informação que ele desceu e de certa forma isso deixa a gente confuso. Como do alto de onde se vê a costa dos dois países ele acena e eles enxergam? Bem complexo. Um pouco a frente a narrativa entra abordando a causa dos problemas ali, A Lei de Registro De Super-Humanos, no que entendi a lei em si é confusa, bem confusa, como se de certa forma alguém fosse se beneficiar dela (não para o bem.)

Um pouco mais a frente tem os momentos de tensão afinal de contas existem os "rebeldes" da historia, de fato adorei a agente Hill, super meiga (irônico). O autor colocou uma ligação boa entre as tensões, os mistérios ligados a cada personagem, lei e o amor. Encontra vários laços de amores ali, encontra uma preocupação absurda do Peter com sua avó, do próprio Tony com o Peter e segue.

Acho que estou acrescentando observações demais. Bom, a historia é gostosa de se ler, causa algumas indagações que não só reflete  a historias mas ti faz questionar a realidade.  Sobre o final, bom, deixa aqui embaixo o que achou dele!      

Considerações finais: Amei o livro, ainda que tenha aqueles pontos  a historia é muito boa e a forma que  o autor conseguiu construir é surreal! Super indico e eu não vi o filme então não posso acrescentar algo relacionado a isso. Mas futuramente faço a resenha sobre ele!                                                                       

Parte de trás. O que será? Tantan! 



Dados do Livro: 

Editora: Novo Seculo
Autor: Stuart Moore
Ano: 2016
Páginas:318
Versão Slim
ISBN: 9788542806281

Onde encontrar: Amazon

.

Um grande abraço do Paulo! 







Até a próxima leitura, espero todos vocês!
                             



Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.